Uma startup arrecadou US $ 75 milhões em julho para desenvolver um queijo vegetal que concorra em sabor e preço com os tradicionais. A receita? Eles produzem as proteínas do leite de soja com edição genética, que seria mais barato do que usar leveduras ou bactérias modificadas. 

“Leite é água, gordura, açúcar e proteína, e para recriar aquela deliciosa sensação na boca, textura, tudo o que amamos nele, realmente precisamos ter essas proteínas específicas que só são produzidas pelas vacas após o parto”, diz Magi Richani, responsável pela empresa. A caseína é a principal proteína encontrada no leite, o que ajuda o queijo a esticar e derreter de uma maneira particular. “ Encontramos uma maneira de basicamente transformar as plantas em pequenas fábricas para fazer caseína, para que você não precise obtê-la de uma vaca. Você pode obtê-lo de nossas plantas”, completa. 

Algumas outras startups existentes, incluindo Remilk e Perfect Day, também estão focadas em novas maneiras de fazer proteínas do leite, embora usem fermentação microbiana, um processo semelhante à fermentação. A Nobell está trabalhando com plantas devido ao baixo custo de produção. 

“As plantas são a forma mais barata de proteína que podemos obter” , diz Richani. A empresa usa soja que foi geneticamente modificada para produzir caseína; A soja produz proteína com mais eficiência do que qualquer outra planta. Em última análise, o custo de fabricação dos produtos finais pode ser mais barato do que usar o leite de vaca. “Para mim, o mais importante é criar alimentos que não só gostem, mas também concorram em custo. Tem que ser acessível”, conclui. 

Fonte da notícia : https://www.agrolink.com.br/noticias/startup-desenvolve-queijo-vegetal-usando-plantas-editadas_455868.html

Data da publicação : 2021-09-14 17:56:53

#Startup #desenvolve #queijo #vegetal #usando #plantas #editadas