Em uma nova rodada de investimentos, a Rappi acaba de receber nesta quarta-feira (21) US$ 500 milhões (pouco mais de R$ 2,5 bilhões na cotação atual). Com isso, o valor de mercado da startup colombiana de entregas, alcançou US$ 5,25 bilhões (cerca de R$ 27,2 bilhões). A ação foi liderada pela T. Rowe Price e teve participação, ainda, de Baillie Gifford, Third Point, Octahedron, GIC e Softbank.

Em setembro de 2020, a T. Rowe Price já havia investido US$ 300 milhões (aproximadamente R$ 1,5 bilhão) na empresa e elevado seu valor de mercado para US$ 3,5 bilhões (algo como R$ 18,2 bilhões). Seu maior aporte, entretanto, veio do SoftBank em março de 2019: US$ 1 bilhão (pouco mais de R$ 5,1 bilhões) foram aplicados na empresa, no maior investimento recebido por uma startup latino-americana até hoje.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A plataforma já recebeu, desde 2015, mais de US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10,3 bilhões) em investimentos. Atualmente, ela está presente em mais de 250 cidades na América Latina. O valor coletado agora deve impulsionar e consolidar a oferta dos serviços da Rappi nos nove países em que ela atua — entre eles o Brasil.

Imagem: Divulgação/Rappi

Como oferece serviços de entrega, a startup se destacou durante a pandemia. Agora, tem apostado na diversificação dos serviços: entram aí a Rappi Travel (de viagens), a parceria com o GetNinjas (que oferecer serviços variados) e o Rappi Bank (com produtos financeiros).

Sua fintech começou como solução de pagamento para os pedidos em restaurantes e supermercados. Logo, porém, passou a oferecer pagamento entre pessoas e hoje já tem conta digital com cartão de crédito sem anuidade e até 3% de cashback.

Interesse de fundos internacionais

Essa nova rodada de investimentos da Rappi demonstra a importância da América Latina no cenário global. Os fundos internacionais veem potencial nas startups da região: Softbank e Sequoia Capital já declararam seu interesse e devem apostar em outras startups latino-americanas em breve. Ambos têm intensificado os investimentos por aqui.

Fonte: StartSe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.



Link original