Compradora adquiriu 24% do capital da startup
Crédito: Freepik

A Neogrid adquiriu 24% do capital da Horus, startup de inteligência de mercado com foco em dados de consumo. O investimento foi de R$ 7 milhões, segundo anunciou a empresa de Software as a Service (SaaS) para a gestão de cadeias de suprimentos.

Além disso, a Neogrid formalizou opções de compra do controle e da totalidade da Horus com vencimento em 18 e 30 meses. Com a presença da companhia em seu portfólio, a compradora passa a oferecer ao mercado visibilidade de informações estratégicas como quem é o shopper, o que adquire, quando, em que tipo de comércio, como paga, qual é a periodicidade, entre outros possíveis insights a partir de informações anonimizadas e de acordo com as legislações nacionais e internacionais de proteção de dados (LGPD e GDPR).

“Conhecer o perfil e hábito dos consumidores, no PDV, é algo extremamente valioso. A Horus é a única companhia brasileira que processa a nota fiscal, item a item, por meio do cadastro total, em todo o país. Isso permite análises estatísticas profundas e extremamente interessantes. Com essas informações, as empresas podem, por exemplo, definir seu mix de produtos, ativar promoções, promover sorteios e até mesmo decidir se vale, ou não, à pena estar naquela determinada região”, explica David Abuhab, Chief Strategy Officer da Neogrid.

Em 2020, a Horus faturou R﹩ 7,4 milhões, apresentando uma taxa de crescimento anual (CAGR) superior a 140% nos últimos três anos. As lideranças da companhia seguirão em seus cargos executivos. O objetivo é aproveitar o know-how e expertise do time para desenvolver novas ferramentas e análises cruzadas que se integrem às soluções da Neogrid, assim como das soluções de gestão estratégica de promoções da recém-adquirida Smarket.

PUBLICIDADE

“Estamos muito felizes com essa parceria. Grandes multinacionais já validaram o modelo de negócios e metodologia de pesquisas que aplicamos. Atualmente, temos um bilhão de preços cadastrados, de 130 mil itens, em 300 categorias, e coletamos mais de 20 milhões de notas fiscais por mês, no país inteiro”, disse Gustavo Rebello, CEO da Horus, em comunicado.



Link original