Em outubro, a edtech peruana Crehana iniciará a sua operação brasileira. Para viabilizar o negócio, a empresa fundada em 2015 levantou uma rodada Série B no valor de US$ 70 milhões em um aporte liderado pelo fundo General Atlantic. A startup é uma plataforma de tecnologia educacional com foco em qualificação profissional. Presente no México, na Colômbia e na Argentina, além do Peru, a Crehana já atendeu mais de cinco milhões de alunos com seus 700 cursos.

Diego Olcese, fundador da Crehana (Foto: Divulgação)

Os fundadores Diego Olcese e Rodolfo Dañino tiveram a ideia do negócio após uma experiência no Vale do Silício, nos Estados Unidos. Olcese contou a PEGN que, durante o voo de volta para casa, percebeu que a tecnologia iria mudar o mundo, principalmente no mercado de educação. Agora, os dois sócios se preparam para o maior desafio. “O Brasil é um mercado gigante e que demanda capital. Não é possível crescer no país sendo tímido”, diz Olcese.

Por isso, o empreendedor conta que espera contratar até 40 pessoas para a operação brasileira somente neste ano. Em 2022, o número deve aumentar. Na sua visão, o maior desafio do mercado nacional é customizar a solução para a língua portuguesa. “Apesar de serem mercados diferentes, os outros países da América Latina tinham o espanhol em comum”, diz.

Os cursos da Crehana têm como objetivo desenvolver profissionais, qualificando  interessados em crescer na carreira e ajudando usuários a encontrar novas oportunidades. As aulas da plataforma podem ser assistidas ao vivo ou em vídeos gravados. Um dos modelos da edtech atende diretamente empresas, que podem usar as ferramentas da plataforma para a capacitação dos seus colaboradores.

Com o dinheiro, a startup prevê contratações de colaboradores para os times de tecnologia, marketing e vendas e de executivos para liderar a operação da companhia no país. “Todos brasileiros, claro. Estamos em busca de um country manager bem legal para a empresa”, afirma o empreendedor.

Segundo Olcese, o foco total da Crehana nesse momento é dar início aos trabalhos no Brasil. Para o ano que vem, a empresa já espera acelerar a sua expansão internacional. “O nosso foco é em países em desenvolvimento. Estamos olhando todas as opções.”

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos de PEGN? É só clicar aqui e assinar!

Fonte da notícia : https://revistapegn.globo.com/Startups/noticia/2021/09/edtech-peruana-crehana-se-prepara-para-ganhar-o-mercado-brasileiro.html

Data da publicação : 2021-09-10 06:00:00

#Edtech #peruana #Crehana #prepara #para #ganhar #mercado #brasileiro #Pequenas #Empresas #Grandes #Negócios